Carrinho de Compras

You have no items in your shopping cart.

Search
Contact us

Contact Us

Contact Information

* Campos obrigatórios

Caretos de Podence

Seja o primeiro a analisar este produto


Caretos de Podence
 

Visão rápida

Caretos de Podence - Podence, Macedo de Cavaleiros, Bragança


O Domingo de Carnaval é dia de feira em Podence, mas é também nesse dia que logo pela manhã se inicia um dos rituais transmontanos mais interessantes e enigmáticos a assinalar o fim do ciclo de Inverno, a Festa dos Caretos.


Os Caretos representam imagens diabólicas e misteriosas que todos os anos desde épocas que se perdem no tempo saem à rua nas festividades carnavalescas de Podence – Macedo de Cavaleiros. Interrompendo os longos silêncios de cada Inverno, como que saindo secretos e imprevisíveis dos recantos de Podence, de grossas mantas, despedem o Inverno e saúdam a Primavera.


Outrora, a «arruaça» começava bem cedo, hoje não tanto, pois os rapazes solteiros, que são as figuras centrais deste ritual só começam a juntar-se por volta das 10 horas da manhã para iniciarem as tropelias.


Os Caretos vestem fantasias próprias, fatos de colchas franjados de lã vermelha, verde e amarela prolongadas num capuz com cauda entrançada da mesma lã colorida. Pendem chocalhos pesados às suas cinturas e em diagonais no peito, e usam máscaras rudimentares, onde sobressai o nariz pontiagudo, feitas de couro, madeira ou de vulgar latão, pintadas de vermelho, preto, amarelo ou verde. Da sua indumentária, faz também parte um pau que os apoia nas correrias e saltos.


Atravessam a aldeia e sobem a rua que conduz à feira, entretanto montada ao longo da estrada para Macedo [de Cavaleiros]. Avançam em grande algazarra acentuada pelo marulhar dos guizos e campainhas, correndo atrás das raparigas e atacando os homens com um movimento das ancas que transforma as bandoleiras de guizos em chicotes.


Apenas falam por berros ininteligíveis ou para recitar loas e comédias em que dão conta do que mais caricato, brejeiro ou condenável aconteceu na povoação ao longo do último ano. Nestes arrazoados, chamam as coisas pelo nome, e os temas mais comuns são os casos de infidelidade conjugal e a leviandade desta ou daquela moça da aldeia que mais tenha dado nas vistas. Também podem bater, as mais das vezes simbolicamente, podem roubar peças de vestuário ou adornos às jovens, e não se abstêm de as apalpar profusamente.


Ao CARETO tudo se permite nesses dias, existe algo de mágico e de forças sobrenaturais ocultas em todo este ritual de festa que atribui a estas personagens a imunidade interditas a outros mortais.


A origem deste ritual, claramente pagão, remonta a tempos muito anteriores ao cristianismo. É tempo de Carnaval em Podence, e os mascarados suspendem o tempo, como suspensos se encontram os enchidos no fumeiro. Decretam a boémia, o riso e o excesso, como decretado está também o seu inevitável e cíclico fim.

  • Check-In: 0
  • Check-Out: 0
  • No of Rooms:
  • No of Guests:

Rooms

  • No of Rooms:
  • No of Guests:
 

Congrats! Rooms available.

Detalhes

There is no description.

There is no reviews.

Write a Review

(*)is required field

Etiquetas de Produtos

Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.

Lastest News

  • O Turismo.pt faz 5 anos
  • Mais de 2 500 Parceiros

  •  

 Apoio ao Cliente

turismo@turismo.pt

 

Browse

Newsletter

 NEWSLETTER

Inscreva-se na nossa newsletter para receber as melhores ofertas de promoções e descontos.

Sign up for newsletters
vBulletin statistic